03/02/2019

Afinal, o que é CDB?

Você sabia que o CDB é um investimento tão seguro quanto a poupança?

O CDB é um dos investimentos mais conhecidos pelos investidores da renda fixa.

Com a queda de juros, a poupança tem se tornado cada vez menos rentável e, portanto, é preciso investir o seu dinheiro em alternativas que ofereçam ganhos de verdade, como o investimento em CDB.

Com ele, é possível obter rendimentos acima da poupança sem complicações.

A silga CDB significa Certificado de Depósito Bancário e é um investimento de renda fixa emitido pelos bancos. 

Como Funciona o Certificado de Depósito Bancário

Basicamente, o CDB funciona como um empréstimo do seu dinheiro para a instituição bancária. Em troca, você recebe uma taxa de rentabilidade que é definida no momento da compra. 

A captação serve para financiar as atividades do banco emissor, como projetos, crescimento e pagamento de dívidas.  

De forma geral, os CDBs emitidos por instituições bancárias de menor porte tendem a oferecer taxa de rendimento maiores.

Assim como aqueles que possuem prazo de vencimento mais longo costumam ter rentabilidade mais atrativa. Nos próximos tópicos, vamos mostrar este fator com mais detalhes. 

Existem 3 tipos de CDB, são eles: prefixados, pós-fixados e híbridos. 

Antes de investir, você precisa conhecer como cada uma destas taxas funciona. Afinal de contas, elas definem como e quanto o seu dinheiro irá render até a data do vencimento. 

1. Títulos pós-fixados

Este é o tipo mais comum de CDB. A sua taxa de rentabilidade é atrelada a um indexador da economia.

Basicamente, o emissor paga um percentual do índice de referência utilizado, por exemplo, 120% do CDI ao ano. 

Como os indexadores variam com o tempo, os rendimentos do CDB pós-fixados também estão sujeitos a oscilações até a data do vencimento. 

Portanto, ao investir neste ativo, você só tem uma previsão: de quanto irá receber no prazo de resgate. 

De forma geral, se o indexador sobe, os seus rendimentos também aumentam. 

2. Títulos prefixados

A taxa de rentabilidade prefixada consiste em uma remuneração fixa, por exemplo, 10% ao ano. Ela se mantém desta forma, independentemente das condições do mercado. 

No momento da compra, você já sabe exatamente o quanto o seu dinheiro vai valorizar até a data do vencimento. 

3. Títulos Híbridos

O CDB híbrido é a classe menos ofertada no mercado. Ele possui taxa de rentabilidade composta por duas partes: uma fixa e uma variável.

Digamos que você tem uma aplicação com rendimento de 5,0% + IPCA. Isso significa que ela renderá os 5,0% de forma fixa mais o comportamento oscilatório do IPCA. 

Então, quando o IPCA sobe, os rendimentos do seu CDB híbrido seguem a mesma trajetória e vice-versa.

 

Quando Vale a Pena Investir no CDB? Veja as Vantagens

Investir em CDB é uma boa alternativa para diversas carteiras.

Mas, é importante saber que, muitas vezes, o investimento que é ideal para o seu amigo não serve para você. 

Por isso, é essencial conhecer as vantagens e desvantagens oferecidas por essa aplicação. Assim, fica mais fácil compará-la com outros ativos e tomar a melhor decisão. 

Então, confira a nossa lista e veja quais são as principais vantagens do CDB:

Facilidade

Para investir em CDB, você só precisa ter acesso à internet e uma conta em uma instituição financeira, como as corretoras de valores. 

A compra é totalmente online. Basta escolher o título que melhor corresponde às suas expectativas e aplicar em CDB. 

Rentabilidade

Um dos fatores de destaque do CDB é a sua rentabilidade. Hoje, é possível encontrar títulos que oferecem rendimentos acima de 100% do CDI.

Assim, você pode ganhar acima do benchmark da renda fixa de forma segura e prática. 

Segurança

O CDB é muito conhecido pela sua segurança. Ao investir nesta aplicação, você conta com a garantia do FGC(Fundo Garantidor de Crédito) para valores de até R$ 250 mil. 

Assim, se o emissor falir, você não perde o valor aplicado. 

Diversificação

O investimento em CDB costuma ser indicado para a diversificação dos investimentos, ou seja, ele pode ser um aliado poderoso para aumentar os rendimentos da sua carteira. 

Com esse equilíbrio, é possível manter os bons retornos, mesmo quando há turbulências no mercado. 

Liquidez

O CDB tem se tornado um investimento flexível. Com as inúmeras opções disponíveis no mercado, está cada vez mais comum encontrar ativos com prazo de liquidez menor. 

Então, se você quer investir em CDB, mas precisará utilizar o dinheiro antes da data do vencimento, o ideal é optar pelos ativos que possuem liquidez diária. 

Caso contrário, o prazo de liquidação elevado será uma desvantagem. 

Qual o Investimento Mínimo no CDB? 

Investir em CDB é uma opção acessível a todos os investidores. Hoje, é possível iniciar mesmo com pouco dinheiro. Há excelentes alternativas com aportes a partir de R$ 1 mil. 

Riscos do Certificado de Depósito Bancário

Independentemente do porte do emissor, todo CDB é um investimento de renda fixa. Ou seja, ele é conservador e possui baixo risco.

Não existem surpresas em seu rendimento. Ele renderá exatamente o que está proposto no momento da compra. Se é 120% do CDI, o título renderá cerca de 6,60% com a taxa Selic a 6,5% a.a, por exemplo. 

No entanto, existe sim um fator a ser considerado que é o risco de crédito. Trata-se da possibilidade de calote do banco que emite o CDB. Vale dizer que esse risco é maior com bancos pequenos e mais frágeis. 

Porém o CDB conta com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que pode cobrir qualquer eventual calote até R$ 250.000. 

Portanto, investir em CDB é uma boa decisão para minimizar eventuais riscos. 

 

Tributação Aplicável no CDB

Investir em CDB possui custos. O primeiro deles é o IOF impostos sobre Operações Financeiras. Ele incide sobre o investimento apenas nos primeiros trinta dias de aplicação. 

Caso você solicite o resgate do CDB durante este período, haverá a cobrança deste tributo. 

Por fim, há o Imposto de Renda (IR). Ele incide apenas sobre os rendimentos e de forma regressiva.

Então, quanto maior o tempo de investimento, menor será a alíquota. Veja a tabela: 

% de IR sobre o rendimento

Período de aplicação

22,5%

180 dias após a aplicação

20%

360 dias após a aplicação

17,5%

720 dias após a aplicação

15%

720 da aplicação

Tabela da tributação do IR para o CDB - Fonte: Receita Federal

 

Endereço

Florianópolis - SC

ver mapa
Contato

48 98821-4932